Saúde mental dos jovens: qual a importância de falarmos disso?

Entrega de mantimentos na Paróquia Nossa Senhora de Fátima.
10 de outubro de 2021
Importância das ações sociais na pandemia
25 de outubro de 2021

Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

Você já parou para pensar no quanto é importante falarmos a respeito da saúde mental dos jovens?

Esse assunto ainda é muito difícil para alguns pais, seja por receio, quanto despreparo para lidar com essas questões e até mesmo preconceitos.

Mas ele se faz urgente, especialmente em um momento como o que estamos enfrentando.

Sabemos que a adolescência é um momento repleto de crise existencial, de insegurança e medos. Segundo a ONU, 46 mil adolescentes inclusive cometem suicídio por adoecimento mental. É um dado alarmante e que merece ser tratado com atenção! 

A CNN fala da importância dos pais em tratar essa questão como caso clínico, pois é um adoecimento que tem levado muitos dos nossos adolescentes ao suicídio. Já o Ministério Público do Paraná informa que essa é a terceira causa de morte e tentativa de autoextermínio, além da principal causa de emergência psiquiátrica em hospital geral.

Por essas informações dá para perceber a gravidade do tema. Aumentos na taxa de suicídio dos jovens têm sido observados em levantamentos e a literatura indica que é a quarta maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos.

E o que podemos fazer a respeito?

A relevância de orientar a sociedade para a questão da saúde mental dos jovens

Tendo em vista essa importância e a seriedade da questão, como trouxemos, realizamos uma palestra em escola, tratando justamente da imprescindibilidade de olhar com cuidado para essa situação.

A saúde mental dos jovens é um tema que deveria interessar a todos e que continua em alta.

A palestra com o tema ”O futuro do adolescente” abordou o tema mostrando as dificuldades enfrentadas pelos pais, pois, além do despreparo em falar do assunto, eles também enfrentam situações de conflitos internos(adoecimento), que dificulta a abordagem com os filhos.

Durante a palestra, foi comum o relato do despreparo dos pais e a negação do sofrimento dos adolescentes. Isso reforça a importância de falar do tem e quebrar barreiras em reconhecê-lo e buscar ajuda necessária.

Quais fatores agravam o problema e como lidar?

Como mencionado, um dos principais fatores agravantes para lidar com a saúde mental dos jovens às vezes começa pela própria relutância em assumir que há problemas a serem resolvidos.

Por outro lado, ficou nítida a situação de sofrimento e dificuldades que os pais enfrentam diariamente, com causas como desemprego, brigas de casais e alcoolismo, que separam os pais dos filhos.

Muitas vezes, envoltos em seus próprios problemas, eles podem estar emocionalmente indisponíveis para os filhos, o que complica ainda mais o tratamento adequado da saúde mental dos jovens.

Primeira saída: compreender as causas e possíveis consequências

Já quanto aos jovens em si, após a palestra os atendi individualmente e todos relataram sentimentos de insegurança em relação ao futuro, sem uma definição profissional ou medo do desemprego muitas vezes vivido pelos pais ou até mesmo a solidão que não os dá perspectiva de futuro, uma vez que sentem medo de ficar só, sem ter alguém ao seu lado.

Os pais não têm ideia de qual pode ser o futuro do adolescente e qual é a participação deles na

construção das alegrias e adoecimento, pois os reflexos disso voltarão para eles mesmo, uma vez que as duas partes (pais e filhos) compartilham histórias de vida.

Segunda medida: buscar apoio

Todo jovem precisa ser ouvido.

Cada situação requer uma conduta, muitas vezes com intervenção terapêutica, para que o jovem possa descobrir as origens daquilo que lhe aflige e saiba lidar com os sentimentos.

Com devida atenção profissional, os conflitos podem ser compreendidos e amenizados, o que ajudará esse jovem a vencer também sua própria resistência, organizar seus pensamentos e sentimentos, buscando compreender o que lhe acontece e suas possibilidades, amadurecendo a forma de lidar com os problemas, o que lhe dará também maior preparo para a vida adulta.

Percebe a importância de olhar para a saúde mental dos jovens? Tem um jovem em casa, sente que ele está passando por problemas e precisa de ajuda? Entre em contato. 

Fale Conosco e Agende uma Consulta
📲 (11) 97432-2125 (WhatsApp)

Referências: Nações Unidas, CNN Brasil

 

Fotos – Palestra em escola

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×